O que fazer em Bogotá

Quem me acompanha nesse espaço já está acostumado aos posts atrasados, quem está aqui pela primeira vez, já vou avisando que tudo que for relacionado a viagem é bem provável que eu vá postando ao longo dos meses ou anos. Mas o importante é vir aqui compartilhar as minhas andanças por esse mundo, o que é bacana de conhecer, quanto gasta para ir para determinado lugar e por ai vai.



Sim, eu amo falar de viagens principalmente se ela for relacionada ao meu primeiro intercâmbio. Nos seis meses que fiquei na Colômbia tive o prazer de conhecer Cartagena das Índias (duas vezes), Medellín e Bogotá, fora a cidade que morei Montería.


Já falei sobre a parte cultural de Cartegena do Festival Internacional de Cinema, já mostrei as praias que conheci, já mostrei os veículos de comunicação de Medellín e hoje, venho compartilhar os lugares que conheci em Bogotá e algumas impressões da cidade.

Os vídeos que estão no post estão no canal do Lucidez Feminina, blog que criei com as minhas amigas. Hoje ele é comandado pela Clau e pela Mari. 

CATEDRAL DE SAL
Localizada na cidade de Zipaquirá, a catedral fica abaixo do solo e faz parte do complexo cultural “Parque do Sal”. O seu caminho é construído a partir da Via Crucis de Jesus Cristos e sim, tudo tem gosto de sal. A Catedral é uma antiga mina.Recomendo tirar um dia para visitar o local, porque lá é fabuloso e tem uma energia transformadora. O acesso até Zipaquira poder ser feito de carro ou ônibus. e conferir o vlog que fiz mostrando a catedral. 

Entrada da Catedral de Sal

Igreja que tem no centro de Zipaquirá


CERRO MONSERRATE
Se você for há Bogotá, tem que conhecer o Cerro Monserrate e TEM que levar uma garrafa de vinho. Pra que você aproveite a visita recomendo visitar ele depois do almoço (ou de manhã). Quando o final do dia vai se aproximando, a neblina já começa a tomar conta do local e frio aperta. O Cerro está há 3.152 metros a nível do mar e você pode subir pelo funicular (trem) ou teleférico. No local está situado a basílica do Senhor de Monserrate.

Amanda (Piauí) e Chris (Lavras), tesouros que o intercâmbio me deu

Vinho + Vista + Friozinho

Vista de Bogotá do Cerro Monserrate



MUSEU BOTERO
No Museu Botero nasceu a partir de uma doação de obras de artes de Fernando Botero ao governo da Colômbia. Na visita você tem a chance de conhecer um pouco mais da vida do pintor, suas referências e como que ele se expressava pela arte.



MUSEU NACIONAL DA COLÔMBIA
O mais antigo da Colômbia ele é dividido em quatro coleções: arte, história, arqueologia e etnografia. O prédio foi uma antiga penitenciária ele está em frente à estação subterrânea de TransMilenio, que leva o nome do museu.




PRAÇA BOLIVAR
A famosa praça cheia de pombos e rodeada de edifícios históricos: Palacio Liévano (Prefeitura de Bogotá), Capitolio Nacional (Congresso da república) e Catedral . A Praça Bolivar foi palco de touradas e do mercado público, hoje ela recebe diversos eventos culturais e sociais.




BIBLIOTECA NACIONAL
Primeira biblioteca pública fundada na América e em 1975 foi declarada Monumento Nacional da Colômbia. O prédio é fantástico e na época quando visitei, estava tendo uma exposição do Gabriel García Márquez



CENTRO CULTURAL GABRIEL GARCÍA MÁRQUEZ
O Centro Cultural Gabriel García Márquez é todo vazado, tanto que mais parece uma praça. Nele está instalado a editora mexicana Fondo de Cultura Económica, um auditório para 324 pessoas, biblioteca, sala de exposições, entre outras coisas.




Na semana que fiquei em Bogotá também conheci uma boate (não lembro o nome sorry) que fica na Zona T, uma região cheia de barzinhos. Quem visita Bogotá (ou qualquer outra cidade) precisa tirar um dia para conhecer o centro, é lá que você conhece o comércio, vê como que é o ritmo da cidade e se sente menos turista.

Não só Bogotá, mas a Colômbia em si é um país muito rico e que vale a pena conhecer, principalmente para quebrar todos os dizeres que ouvimos sobre o país.

Alguém já conheceu ou tem vontade de conhecer Bogotá?

beijos, beijos