3 sites para te ajudar a organizar as finanças


“Gabi, posso te fazer uma pergunta pessoal?”
“Claro”
“Quando que você ganha?”

Quando me fizeram essa pergunta respondi na hora (sem excitar) quanto que ganhava. Na época eu ganhava bem, estava com as minhas finanças em dia e estava feliz com o valor que ganhava. Hoje, a realidade financeira está (bem) diferente e para que eu consiga voltar a ter estabilidade financeira, estou em um constante aprendizado de como gerenciar melhor os meus gastos.


Eu sei que ninguém gosta de falar de dinheiro, principalmente no meio feminino, mas esse é um tema que precisa muito ser introduzido nas nossas conversas. Vergonha, medo do que os outros vão pensar ou auto sabotagem. Infelizmente esses são alguns dos sentimentos que acabam nos acometendo e faz com que – muitas vezes – a gente não toque no assunto.

Depois que sai da casa da minha mãe (2012) passei a prestar mais atenção no meu dinheiro, aprendi a administra-lo de acordo com a atual situação e quero trazer mais posts sobre o assunto para o blog. Como dica boa precisa ser compartilhada, hoje vou indicar três blogs (and canais) que são os meus guias para uma vida financeira cada vez mais saudável.

Me poupe!

Como do mais novo para o mais antigo, a Nath do Me poupe! foi o último canal que conheci e que clareou a minha visão sobre tipos de investimento, como analisar as contas, formas de ganhar uma grana extra e etc. Alguns dos pontos que me prendeu logo no primeiro vídeo que assisti foi que ela é jornalista, tem o fator mulher falando de dinheiro e a Nath explica de forma clara e descontraída o que é educação financeira. E, recentemente, ela lançou o livro Me Poupe! 


Finanças Femininas

O Finanças Femininas foi o primeiro site sobre vida financeira para mulheres que comecei a acompanhar. O objetivo é oferecer ferramentas para ajudar a mulherada a tomar decisões mais certeiras no dia a dia. A Carol Sandler é a fundadora do site e além do www, ela também lançou um livro e cartão virtual, ambos com o mesmo nome do site.




Morando Sozinha

A Fran, do Morando Sozinha, eu conheci depois que me mudei pra Ouro Preto. Os textos são bem didáticos e descobri, recentemente, que uma das que ela ensina para guardar dinheiro (técnica do envelope) eu já utilizava em alguns projetos (contei nesse vídeo). O Morando Sozinha também é ótimo para quem está dividindo casa com outras pessoas e pra quem está no processo de ter um espaço só seu.



O que eu mais gosto nos três é que eles têm um objetivo em comum, promover a independência financeira das mulheres e o empreendedorismo feminino. E a última dica é, passem a acompanhar cada um deles a vida financeira de vocês nunca mais vai será a mesma.

Há, e deixem nos comentários os sites/canais/blogs sobre finanças que vocês acompanham.

beijos, beijos

Dando uma chance para a astrologia


“O que diz o meu signo?” Todo mundo, em algum momento, já fez essa pergunta para alguma amiga que tinha em mãos uma revista Capricho ou Todateen. Eu já fiz (e muito) e sempre quando ouvia o que o meu signo tinha para dizer naquele mês, nascia uma chama de que algo diferente iria acontecer. Ao mesmo tempo que tinha a curiosidade para saber o que os astros reservavam para mim, por outro, não levava a sério nada naquilo. Alguns anos se passaram e com isso a minha concepção do que os signos representam também foi mudando. E sim, eu resolvi dar uma chance para a astrologia.



Fazendo uma rápida pesquisa, astrologia significa estudo, arte ou prática de decifrar a influência dos astros no curso dos acontecimentos terrestres e na vida das pessoas. Com o meu interesse pelo assunto, além de começar a ler sobre ele eu também decidi fazer o meu mapa astral para tentar entender o que cada casa significa. Não é um trabalho fácil (ainda mais pra quem é leigo), e você passa entender o que significa o Sol no signo, qual é a influência de Marte, qual é o seu ascendente, como que você se relaciona na área de projetos com pessoas de Touro, entre diversas outras coisas.  

Quem despertou o interesse em conhecer mais sobre o assunto, foi a Isabella Mezzadri (vale a pena acompanhar o IG dela) que é astróloga e sempre trás em suas publicações coisas como as previsões da semana, dicas de como devemos passar o período de Mercúrio retrogrado, quais são os dias que devemos ter mais cautela com as finanças e quais são os dias do mês mais propícios para mudanças no visual.



Uma coisa que aprendi é que astrologia não está ligada a religião e que ela pode, até, ser uma aliada na hora de interpretar uma passagem da bíblia, por exemplo. A astrologia serve como uma ajuda para o autoconhecimento, já que ela fala sobre os diversos setores da vida (financeira, familiar, trabalho, amor).

O que quero com o post de hoje, é fazer com que você se permita conhecer e entender as coisas que você olhava com “olhar torto” e a astrologia é um dos assuntos que ouvimos muito e que muitas vezes sabemos (quase) nada.

Comecei a pesquisar alguns livros para comprar, mas quero saber de você que se interessa pelo do assunto, qual livro/site/instagram recomenda?

beijos, beijos

Sobre viajar sozinha pela primeira vez


Já falei diversas vezes aqui no blog que 2018 começou com grandes mudanças e novas experiências e a mais recente, foi viajar sozinha. Nesse vídeo, mostrei como foi viajar de trem, porém não mencionei que fiz essa viagem sozinha. Não teve amiga, não teve colega de trabalho, não teve família e não teve namorado. Tinha apenas eu indo para um evento representando a Associação Comercial de Ouro Preto. Sim, eu conhecia algumas pessoas que iam, mas não era aquele conhecer de ter intimidade e de combinar para dividir o mesmo quarto do hotel. Mas, ao mesmo tempo que estava empolgada com a viagem, também estava com medo de ficar excluída e de não conseguir me enturmar. E adivinhem? Nada disso aconteceu e a viagem foi melhor do que eu esperava.



Uma das coisas que notei quando estava na Colômbia (em outras viagens também), é que eu não ficava com medo ou vergonha de conversar com as pessoas na rua, de dançar ao ar livre, dar risadas as coisas, tirar foto de tudo e de tantas outras coisas. Eu me desprendia de todo julgamento (principalmente de mim mesma) e as coisas fluíam naturalmente, eu me sentia à vontade nos lugares e era mais receptiva para conhecer outras pessoas. E para a viagem que fiz em março, decidi que iria fazer a mesma coisa.

Tomar essa decisão fez com que eu me surpreendesse comigo mesma e durante os três dias de viagem eu conversei com diversas pessoas, puxei conversa, tirei fotos com pessoas que tinha acabado de conhecer, dei risada, compartilhei minha vida e meus gostos e, até, participei de happy hours.

Quando dizem que viajar sozinha é transformador, é verdade. Como toda nova experiência, você renova seus pensamentos, suas ideias e opiniões. E o segredo disso está em se permitir. Em alguns momentos o medo de não agradar os outros nos paralisa e faz com que a gente não aproveite as oportunidades, o momento.  E o que eu quero disser pra você, que está lendo esse texto, é que que se permita viver o novo, que se desprenda dos julgamentos, que mande o medo embora (mesmo que seja por poucas horas) e que você, seja sempre você.

Locais para casar em Ouro Preto


Quantos convidados convidar? Casar de dia ou de noite? Salão tradicional ou ao ar livre? Sim, essas e tantas outras perguntas passam na cabeça de quem está começando a planejar o casamento e para dar uma ajudinha, no post de hoje da séria “Vou me casar” trouxe opções de locais para comemorar o grande dia. E como moro há cinco anos em Ouro Preto, todos os locais citados são daqui.


Uma das coisas que eu faço no meu trabalho, e que sempre gostei de fazer, é realizar festas e um dos primeiros itens que coloco no check-list é o local, porque é a partir dele que vou começar a visualizar o meu evento. E com o casamento não é diferente, a escolha do local vai definir o estilo do casamento, qual vai ser o número de convidados, se vai ser de dia ou de noite, entre outros.

Vale ressaltar que o casamento é sim a realização de um sonho (pra quem tem esse mesmo pensamento) e que também é um investimento, por isso é importante você determinar o quanto quer gastar com o local, porque ele vai influenciar no custo total e de fornecedores.

Considerações a serem feitas na hora da escolha do local para casar, vamos as opções de locais aqui em Ouro Preto para realizar a cerimônia e festa do casamento.

O Passo Pizza Jazz (@opassopizzajazz)
Para quem quer um mini wedding ou um local diferente para realizar a cerimônia, o restaurante O Passo Pizza  Jazz tem uma área externa que, só o verde do local, já serve como decoração. O restaurante fica no centro de Ouro Preto e decoração moderna, contrasta com as paredes históricas do Museu Casa dos Contos (ao lado) e da Ponte dos Contos. 





Vila Relicário (@vilarelicario)
Situado em um dos pontos altos de Ouro Preto, a vista da Vila Relicário é de tirar o fôlego (ainda não conheci pessoalmente). Pra quem quer casar ao ar livre, com muito verde em volta e longe da agitação da cidade, vale a pena dar uma no local. 






Chão de Minas (@chaodeminas)
O Chão de Minas é uma pousada, restaurante, alambique e casa de festas e fica no distrito de Cachoeira do Campo. O local é um casarão com arquitetura inspirada nas antigas sedes de fazendas dos séculos XVIII e XIX. Pra quem opta por fazer a cerimônia e festa no mesmo lugar, pousadas são ótimas por terem quartos para as madrinhas, padrinhos e pais dos noivos se arrumarem. 





Fazenda do Basílio
A Fazenda do Basílio eu conheci recentemente, porque um amigo do serviço se casou lá (as fotos a baixo são dele) e eu fiquei encantada com o local. Ele fica no distrito de Amarantina e por ficar em uma parte um pouco alta, você consegue ter uma vista bacana do distrito. Uma das coisas que eu gostei na construção, é que, no caso de casamento, a cerimônia acontece na grama e os convidados podem permanecer nas mesas, porque eles vão conseguir assistir a celebração. Uma coisa bacana é que atras da casa principal, tem alguns chalés. 





Gabi, te acompanho no instagram (se ainda não me segue, está esperando o que? É @gabiipsousa) e vi que ficou noiva, você pretende se casar em Ouro Preto? Eu e o Roberto ficamos noivos, mas não temos pretensão de casar tão cedo e por isso nem tocamos no assunto. Mas sim, casar em Ouro Preto pode se tornar uma possibilidade.

Leitoras que estão noivas (e as que sonham com o dia também) o que acharam das sugestões de locais? Já escolheram aonde querem casa?

beijos, beijos

ps. as fotos do O Passo, Vila Relicário e Chão de Minas foram retiradas da conta de instagram. Já as fotos da Fazenda do Basílio, são do casamento do Wendell e do Ângelo tiradas pelo Thiago Barcelos e da Natália Zinato.