#Texto: Seis.




“Você é o reflexo das suas escolhas”. Não me recordo de quem ouvi essa frase, mas no último ano ela é o que tem representado o meu atual momento. As minhas escolhas profissionais estão nítidas nos passos que estou traçando, as minhas conquistas são o resultado do meu esforço diário, os elogios são o reconhecimento das noites em claro e os sorrisos são a minha felicidade por todas as coisas boas que vem me acontecendo.

E no meio dessa força imponente que sai de mim, está você. A parte que me desestrutura, que me tira a concentração, que me desestabiliza e que faz com que eu perca o rumo e o controle. Mas que no final eu sempre volto para o meu porto seguro, você.

Por que você é a calmaria em meio ao caos, o sorriso em meio as lágrimas, o meu aconchego em meio a solidão, a certeza em meio a saudade, a felicidade em meio a tristeza. Eu sou a corda e você é a minha caçamba.

Feliz dia 17.

Feliz 71 meses.
Feliz 2.190 dias.
Feliz 6 anos de namoro. 

5 dicas para medir a produtividade diária

Eu adoro ter mil coisas para fazer, ver a minha agenda cheia de atividades e ter que ficar encaixando um compromisso aqui e outro ali. Mas também adoro dormir, ficar assistindo séries e ficar em casa sem ter o que fazer. Dois opostos que se atraem? Não sei. Mas há momento que bate um sentimento de que o meu dia não está rendendo ou que não consegui cumprir todas as metas do dia. 



Quem me conhece sabe que eu trabalho, cuido do blog, cuido da casa (nos meus dias – depois explico para vocês), faço parte do Rotaract (vai ter post sobre), planejo as viagens que quero fazer, planejo a reforma de decoração que vou fazer em casa (minha e do Roberto), planejo coisas pessoais, tenho em dia minhas séries (salva de palmas hahaha) e muitas outras coisas. E o que mais me frustra é chegar no final do dia e ter a sensação de que não fiz nada.

Depois da vinda dessa sensação de "o que eu fiz no dia de hoje", comecei a adotar algumas "regrinhas" pra que no final do dia eu tivesse todas as minhas atividades mensuradas. E como eu sei que isso não acontece só comigo, vim compartilhar cinco dicas para medir a produtividade diária.

#1: Montar a agenda do dia seguinte no dia anterior;
  
#2: Durante o dia ir anotando todas as tarefas concluídas;

#3: Dividir as atividades por períodos (manhã, tarde e noite);

#4: Deixar sempre uma brecha na agenda para fazer coisas que gosta. São nesses momentos que novas ideias surgem e soluções para os problemas são resolvidos;

#5: Se dedicar para cada tarefa, mesmo que no final do dia você não tenha cumprido todos os itens da agenda;

E vocês, o que fazem pra verificar o que andam fazendo no dia a dia?

beijos, beijos

Look: Conjuntinho folk shorts + quimono

O primeiro post de look do blog é com uma produção que (confesso) não imaginei que iria usar, conjuntinhos. Sempre achei lindo nos outros, mas quando pensava em experimentar um achava que não ia ficar bem em mim ou combinar (olha que viagem). Mas eis que me minha irmã me deu o shorts de um conjuntinho que ela tinha e eu pensei: "Porque não usar usar todas e peças e ver como que fico?" e, para minha felicidade, eu AMEI. 

E como gosto de compartilhar tudo aqui no blog, trouxe algumas fotos do look completo. O shorts é cintura alta e como o tecido dele é leve, da a impressão que é uma saia.







O conjuntinho e a t-shirt marrom são da Seiki, sapatilha Melissa e bolsa Victor Hugo

E ai, o que vocês acharam? 

Beijos, beijos

Se organizando com Planner [modelos e preços]

Pensa em uma pessoa viciada em agendas. Agora, imagina um armário cheio de agendas antigas. Então, essa sou eu e esse é meio armário. Desde que me entendo por gente um dos itens de papelaria que não pode faltar nas compras de início de ano é uma agenda. Adoro enfeitar com adesivos, colocar ticket de cinema, guardar cartas, colar foto, entre outros e ainda chegar no final do ano poder rever tudo que eu fiz ao longo dos 12 meses.



Sempre a procura de um modelo novo e que me agradasse há, aproximadamente, dois anos descobri que além das agendas comuns existe um modelo que se chama planner (a Clau (prima) do Lucidez Feminina que me apresentou). A diferença dele com a agenda comum é que ele é focado no planejamento semana e/ou mensal, conta com frases motivacionais, planilha de custos, folha quadriculada e é personalizado.

O que fez com que ele se popularizasse no Brasil foi, justamente, o fato do cliente poder personalizar o seu planner tornando uma simples compra em uma experiência, que vai desde a escolha da capa, tamanho, inclusão do seu nome ou frase, e escolha dos itens para compor o seu kit. Já o embrulho é uma coisa a parte, alguns vem em caixas de acrílico (o meu primeiro foi assim) e outros vem em caixas (também personalizadas) contendo o planner, envelope, cartão de visita, adesivos, régua, pasta plástica e muitos outros itens.

Analisando o potencial de vendas que os planners têm apresentado, foram surgindo muitas marcas com foco em papelaria personalizada. E fazendo uma pesquisa rápida pela internet e instagram, encontrei mais de dez marcas que tem o planner como principal produto. Abaixo vocês conferem algumas delas: 

O My Planner Colibri possui disponível mais de 100 opções de capa, além de bloco de notas, clips, régua, cards, gabarito calendário e elástico. O meu planner do ano passado foi do My Planner e não tenho o que reclamar. Cada um custa R$242,00.

Fotos tiradas do pinterest da marca

O Evertop é uma empresa criada no Paraná que oferece para os clientes uma gama de itens de papelaria personaliza como calendário, cadernos, agendas, quadros personalizados, entre outros. E para as loucas da organização, eles também têm planner de casamento, bebê e de mesa. O planner custa R$280.

Foto tirada do Instagram da marca

A Paperview é uma empresa que só trabalho com planners e papelaria fina e possui mais de 50 modelos. A idealizadora da marca, Maria Angela Bufarah, pegou a loja Fina Stationery Show, de NY, como referência para criar a Paperview. Os planners saem por R$520.


Fotos tiradas do Pinterest da marca

E a última que trago é a Catavento (conheci pela Marieli do Compra-se um fusca), marca carioca que produz papelaria artesanal e apoia o desenvolvimento de marcas independentes. O que eu mais gostei da Catavento, é que eles possuem capas de signos =D. O planner custa R$139,90.

Foto tirada do Instagram da marca

Pelas marcas que eu trouxe deu para perceber que tem planner para todo bolso e gosto neh? E se vocês derem um “google” vão encontrar uma infinidade de marcas e modelos. Na minha opinião ter um planner não é um gasto, mas sim um investimento na forma como que você vai organizar a sua vida naquele ano.

Agora me contem, como que vocês se organizam? Alguém já usou/usa planner?

Há, a maioria das marcas que citei estão em promoção. Não é publi, é dica de amiga. 


beijos, beijos