Quanto gastar no casamento? [Dicas de economia]

No segundo post da série “Vou me casar” (sim, acabei de inventar hahaha) vamos falar sobre a parte fundamental desse processo, que é “quanto gastar no casamento?”. Antigamente, tinha-se a prática de dividir os gastos entre as famílias. A parte da noiva pagava a festa e o vestido, por exemplo, e a do noivo pagava os demais gastos. Hoje em dia os relacionamentos mudaram, o pensamento do casal mudou e quem acaba arcando com tudo são os dois. Claro que no processo sempre tem pai, mãe, avós, padrinhos, entre outros, que acabam contribuindo com alguma quantia, mas quem decidi o orçamento e o quanto estão dispostos a gastar, são os noivos.

Sei que ninguém gosta de falar de dinheiro e quando envolve um projeto a dois (sim, um casamento é um grande projeto) só o casal sabe o quanto estão dispostos a pagar e se querem gastar com uma festa.

Não há uma regra do que se deve fazer no processo de decisão de quanto irão gastar no casamento. E pra me ajudar a construir esse post, entrevistei duas amigas e uma prima sobre esse planejamento e compartilho com vocês as dicas, gastos e como que foi esse processo para cada uma delas.


A Bruna é minha amiga de infância e afilhada (fui madrinha do casamento dela) e está casada a 2 anos. Mesmo de longe, conseguir participar do planejamento do casamento e pude ver como que Deus esteve presente em todo o processo, principalmente financeiro, porque ela estava no último ano da faculdade, fazendo estágio e organizando o casório.

Gabe Pinheiro: Bru, quando você e o Rapha decidiram se casar vocês estipularam um valor máximo de gasto? Se sim, conseguiram ficar na meta ou ultrapassaram?

Bru: Não estipulamos um valor, porque não tínhamos noção do quanto seria necessário gastar, mas entre as pesquisas que fizemos, escolhemos tudo relacionado ao custo benefício compatível com o que poderíamos gastar. Só com salão, decoração e buffet gastamos em torno de  R$15.500. Não fizemos meta de custo, mas com certeza ela ultrapassou.
       
GP: E como que foi o planejamento financeiro pra guardar dinheiro para o casamento? Vocês dividiram tudo entre os dois?

Bru: Não conseguimos guardar dinheiro. Fomos pagamento as coisas aos poucos. Eu ganhava pouco na época (salário de estagiária) e com o meu dinheiro comprava o que dava, por exemplo as lembrancinhas. O Rafa pagou a maior parte, mas também família e amigos nos ajudaram muito! Por exemplo, o dia da noiva, ganhei de duas madrinhas minhas (eu e a Amanda – outra amiga – pagamos pra Bru).

GP: Na questão financeira, qual dica você dá para quem está planejamento o casamento?

Bru: Pesquisar bastante, não ir comprando tudo logo de primeira e analisar sempre o custo benefício.


A Aline, é casada a 2 anos e só no civil e ela e o Tony (marido) estão planejamento o casamento religioso.

GP: Line, quanto que você o Tony pretendem gastar no casamento e como estão se planejando? Adotaram alguma forma de guardar dinheiro?

Line: Pretendemos gastar no máximo R$30 mil. Abrimos uma poupança em conjunto e temos um valor fixo que devemos guardar todo mês.

GP: Vocês querem um casamento tradicional ou mini wedding? E o pagamento, pretendem pagar tudo à vista ou parcelar o que que der?

Line: Queremos um mini wedding, apenas para os íntimos, e pagar tudo à vista e ainda conseguir desconto hahaha.

GP: Uma dica para guardar dinheiro em conjunto

Líne: Primeiro ter um objetivo, segundo começar. Seja abrindo uma poupança, seja guardando no cofrinho, seja cada um guardando em sua conta individual, apenas comece! Conforme o montante vai subindo a vontade de guardar só aumenta.
E a última entrevistada é com a minha prima Ana Claudia, co-fundadora do blog Lucidez Feminina e criou o instagram @giftsforbrides pra compartilhar todo o processo do casamento.

GP: Clau, como que está sendo o planejamento financeiro seu e do Dani para o casamento?

Clau: Desde o ano seguinte ao noivado estávamos guardando dinheiro, evitando qualquer tipo de gasto desnecessário e focando nos gastos que iriam surgir com o casamento. E pra isso, fizemos alguns investimentos de curto prazo e médio risco (nessa parte que o Daniel entra, pois não entendo muito). Outra coisa que fizemos foi definir um orçamento e definimos também uma margem pra extrapolar, depois definimos o quanto estávamos dispostos a investir em cada item dos preparativos. Isso faz muita diferença, pois uma coisa que eu quero que seja sensacional é a foto e filmagem, portanto investiria um pouco mais e em contrapartida a gente não julga necessário coral ou cabine de fotos.

GP: Quanto pretendem gastar? E a forma de pagamento, à vista ou parcelar o que conseguir?

Clau: Hoje nosso teto é R$80 mil já com nossa margem extrapolada. O que for possível pagar antes pagaremos, quanto aos parcelamentos acho que nos dias hoje é inevitável, porém queremos quitar tudo antes da festa em si.

GP: E o tipo de casamento que vocês querem, tradicional ou mini wedding?

Clau: Nunca cogitei mini wedding e nem o Daniel, então será algo mais tradicional. E a lista é algo do mal que se multiplica o tempo todo, mas estamos trabalhando para defini-la. E uma dica que dou é contratar uma assessoria, independente se é completa ou parcial com ou sem cerimonial, esse é um serviço que ajuda muito.

Deu para ter uma ideia de quanto custa uma festa de casamento e como guardar e economizar dinheiro com o grande dia.

Na hora do pagamento, se for à vista é importante pedir desconto sim e buscar alternativas mais baratas (e com a mesma qualidade) dos serviços. Por exemplo, o casal decide comprar novas alianças, o site Cupom Válido oferece cupons de desconto na Casa das Alianças (olha ai a economia). Voltado para casamento, o site também oferece cupons de lojaos de flores e de móvel de madeira (alô decoração rústica). Outra opção, é buscar fornecedores dentro de sites de blogs de casamento que dão desconto para leitores.O segredo é só pesquisar que com certeza preços mais baratos são encontrados.

Agora eu quero saber das leitoras que estão noivas. Como que está o planejamento financeiro de vocês?

beijos, beijos
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário