Assine a newsletter

Dezembro chegou e sei que muitas pessoas aproveitam as férias para ganhar uma renda extra. Mas você sabe como ganhar dinheiro pela internet? Sim, isso é possível e hoje vou indicar dois sites que eu utilizo e que valem a pena.

Esse ano eu me dediquei (não tanto quanto eu queria) a organizar a minha vida financeira (ainda estou no processo) e fui em busca de novas fontes de renda. Em alguns meses consegui aumentar os meus ganhos (vai ter vídeo sobre isso), mas como passo o dia e trabalho com internet, fui atrás opções nesse meio.


O primeiro que destaco é o site do Méliuz, ele é um site cashback aonde uma porcentagem (que varia de loja para loja) da compra volta para você e atingindo o valor mínimo de R$20 você já pode sacar. Tem um pouco mais de um ano que eu faço as minhas compras pelo Méliuz, ainda não atingi o valor para saque (falta pouco) e não tenho o que reclamar.

Assim que você efetua a compra no site parceiro, o a empresa notifica o Méliuz e pelo aplicativo você consegue acompanhar o status do dinheiro. Por exemplo, mês passado eu comprei o presente do Roberto no site da Dafiti, entrando pelo Méliuz. Escolhi o produto, efeituei o pagamento e  no mesmo dia eles já me avisaram que a loja já sinalizou da volta do dinheiro.

Mas Gabi, o dinheiro que volta é liberado na hora?
Não. Cada site tem o seu tempo para liberar o valor correspondente a porcentagem que ele está dando de volta. Caso você não receba a notificação do valor que vai voltar para você, é só entrar no site do Méliuz e notificar que fez a compra no site parceiro, através dele (isso é muito importante), e que não recebeu o dinheiro de volta.

O segundo site que indico é o Enjoei. A nossa relação começou em 2014 quando eu decidi vender algumas coisas minhas para juntar dinheiro para o intercâmbio. Não consegui arrecadar uma quantia enorme, mas o pouco que consegui me ajudou muito. Confesso que esse ano deixei ele um pouco de lado, por falta de tempo para tirar as fotos e publicar, mas nesse mês, por conta do #desafiodariqueza que a Nathália Arcuri fez, reativei ela e com diversos produtos.

Pra quem não conhece o Enjoei, ele é um site de venda online (estilo um brechó online) aonde você publica desde roupa até eletrodomésticos. Todas as especificações é você que coloca e as pessoas interessadas no seu produto, podem negociar ou enviar contraproposta. Desde que eu abri a minha lojinha (o banner dela está ali do lado) já vendi mais de R$200. É uma forma de desapegar do que está acumulado (e em bom estado) e de ganhar uma grana extra.

Ah, e como estamos a quatro dias do Natal e se você ainda não comprou os presentes da família, amigou e do mozão, aproveita para comprar por esses dois sites. Se for pelo Méliuz, você dá o presença e ganha uma parte do dinheiro e se for pelo Enjoei compra coisas bacanas por um preço melhor.

Já tinham ouvido falar nesses sites?

beijos, beijos
Dezembro está ai e um dos itens que as amantes por organização e planejamento já começam a procurar, é uma agenda ou planner. Há três anos eu deixei as agendas tradicionais de lado e passei a usar o planner. Pra quem nunca ouviu falar (acho um pouco difícil), o planner é uma agenda personalizada aonde você pode colocar o seu nome, escolher o formato da semana, adicionar páginas ou tirar outras.

No começo do ano, nesse post, contei um pouco da história dos planners, como que esse produto vem se popularizando no Brasil, modelos e preços. Nesses onze meses, descobri novas marcas, novos modelos e preços mais atrativos.



A cada ano eu faço novas pesquisas de planner, principalmente buscando coisas novas ou que eu acho que deveria ter sido melhor. O planner que escolhi para o ano que vem (2019), quis um com as bordas da capa e contracapa reforçada e que tivesse uma parte de controle financeiro. Já para o de 2019, os critérios de escolha foram: preço, marca local (o que eu comprei é de BH), visão da semana na vertical e que tivesse outros itens (controle de água, frases, etc).

Para quem ainda não comprou um planner pra chamar de ser (corre que ainda dá tempo), destaquei algumas marcas que valem a pena dar uma olhada.

Volare Paper
A Volare Paper é uma marca paulista e vende, além dos planners, cadernos, bloco pocket e planner de mesa. O que me chamou a atenção é que o planner vem com 14 ferramentas de organização e gestão pessoal. Algo diferente que tem nele e que o planner que eu uso hoje não tem, é uma bolsa plástica pra colocar os documentos, o planejamento do ano seguinte (pra você já ir pensando antes de chegar o novo planner) e uma página para colocar filmes e series. O preço é a partir de R$310.



Meg & Meg
A Meg & Meg também é paulista e foi criada em 2015, com um único objetivo: proporcionar momentos de alegria para seus clientes.  Todos as etapas dos produtos são feitas pela marca (estampa, montagem, embalagem, etc). A Meg & Meg tem quatro tipos de capa, as páginas são mais clean e ela também faz outros itens, como cadernos e bloquinhos. Infelizmente os pedidos para 2019 já estão esgotados, mas fica a dica desse planner que ficou na lista de escolhidos. Os valores são a partir de R$169.



VEJA TAMBÉM:

Criare
Já a Criare é mineira, de Belo Horizonte e foi a marca escolhida do meu planner 2019. Uma das coisas que eu gostei nele é possibilidade de poder retirar no local, com isso você economiza com o frete. A Criare tem uma gama de produtos e os que eu destaco são o planner financeiro, o adventure book e álbum de memórias. O valor do life planner é a partir de R$192,90 e o planner financeiro, é a partir de R$79,90. No canal, tem vídeo mostrando como que é o planner da Criare por dentro. Pra assistir, é só clicar aqui



Evertop
A Evertop é a única das marcas que fez parte da pesquisa do planner de 2018, mas como na época estava atrás de um mais barato acabei deixando ele lado. Mas, voltei a pesquisa nele ainda mais porque ele está em promoção (#aproveita). A Evertop tem vários tipos de planner (casamento, argolado, bebê, metas, etc) e você pode adicionar outros módulos. O valor é R$210, mas na promoção está saindo por R$149.


Deu para perceber que os preços variam bastante e que cada um tem a sua particularidade. Agora é só escolher o seu e começar a planejar 2019. 

beijos, beijos
Em outubro de 2018 participei pela Associação Comercial e Empresarial de Ouro Preto and trabalhando, da Superminas Food Show. Esse é o segundo maior evento do Brasil no ramo de supermercadistas, panificadores e toda área alimentícia. Além das marcas de comida, doces e equipamentos que participam do evento, os visitantes também encontram produtos de beleza.

Como estava na Superminas a trabalho e também para conhecer as novidades do segmento (alimentício) que estavam chegando ao mercado, conheci duas marcas para cabelos a Oh My! e a Florígen. E é sobre essa última o post de hoje.


A Florígen é um braço da marca Bothânico Hair e possui quatro linhas de tratamentos, a Ondas Perfeitas para cabelos ondulados e cacheados; a Óleos Magníficos que oferece uma hidratação intensa; a Pró-reparação para recuperar os fios danificados por processos químicos; e a linha Super Força que ajuda no crescimento saudável.  

Na feira, ganhei o kit pró-reparação e comecei a usá-lo na semana seguinte alternando a máscara de hidratação dia sim dia não. Na época meu cabelo estava grande, sendo a raiz natural e o comprimento com progressiva e foi quando eu mais vi resultado dos produtos no cabelo. 


VEJA TAMBÉM

Entre os dias 21 e 27 de outubro de 2018 (1º semana) já senti o cabelo mais macio e o perfume dele ficou três dias no cabelo (um dos representantes da marca tinha me garantido esse item). Nessa semana, fiquei sem fazer escova, notei que ele não ficou tão armado (por conta da progressiva saindo) e percebi que o frizz diminuiu.

Na segunda semana (28/10 a 04/11) fiquei a maioria dos dias sem escova e fiz só no domingo, devido um compromisso e também porque não queria ir com o cabelo metade natural e meta lisa (a progressiva tinha deixado o meu cabelo muuito feio, sem vida, fino e sem movimento).

A escova feita após o uso dos produtos, fez com que o cabelo ficasse mais liso, com brilho e as pontas hidratadas, não estava mais com o aspecto de quebradas por conta da química.


De ponto negativo, o único que destaco é que a máscara de hidratação poderia ser um pouco mais grossa, ainda mais porque a linha é pra reparar os danos causados com a química. Mas, de forma geral, gostei bastante dela e agora quero testar a linha para cabelos enrolados. Na Amazon, você acha as linhas disponíveis da marca e os produtos estão a partir de R$8,00. 

Se você já usou algum produto da marca, me conta nos comentários o que achou.

beijos, beijos
Esse ano eu deixei um pouco de lado os livros de romance, ficção, aventura e moda, para me dedicar a leituras sobre autoconhecimento e empreendedorismo. Esses livros fizeram com que eu olhasse para a minha rotina, o relacionamento comigo mesma e o que eu quero para o futuro de forma diferente e com mais foco.

Para fechar os livros lidos em 2018 escolhi “A Lei do Triunfo para o século 21”, de Napoleon Hill comentado e interpretado por Jamil Albuquerque, Marcio Abbud e Walter Kaltenbach. Esse livro fala sobre as 17 leis que tornam uma pessoa Master Mind e como essas leis, bem trabalhadas, faz com que você se torne um líder melhor tanto na vida profissional quanto na pessoal.



A Lei do Triunfo é uma releitura da obra original do Napoleon Hill e nos mostra como coisas básicas (e importantes) se aplicadas da forma correta nos dão resultados acima da média. Algumas marcações que fiz no livro, diz respeito ao ambiente de trabalho. Hill destaca que se quisermos termos uma vida profissional prazerosa e que dê o retorno financeiro que queremos, devemos nos cercar de pessoas que já estão no patamar que queremos chegar.

VEJA TAMBÉM

Cada capítulo fala sobre uma lei e mais do que dizer o que ela significa, os autores (que estão fazendo os comentários) colocam exemplos de grandes empresários, mostrando como que eles utilizaram aquela lei e o resultado que ela teve na vida de cada um.
Abaixo segue alguns trechos que me chamaram a atenção.






O livro não tem uma leitura difícil, mas requer um pouco de atenção e entrega devido os conceitos de cada lei, além de fazer questionamentos para o leitor. Se você está procurando um livro sobre comportamento empresarial, mas que não seja um livro técnico, vale a pena comprar A Lei do Triunfo para o século 21, você consegue acha-lo na Amazon.

--
Sobre o Master Mind, ele é um treinamento de alta performance em desenvolvimento pessoal, inspirada na obra A Lei do Triunfo. O treinamento se baseia no modelo Experimential Learning, uma metodologia desenvolvida na Harvard Business School, aplica em 12 sessões de 4 horas uma vez por semana onde são desenvolvidas as seguintes competências: autoconfiança, flexibilidade, controle de preocupações e estresse, comunicação eficaz, memória e entusiasmo. [Livro A Lei do Triunfo]