Meu tema de 2019 - Planejamento

No ano passado eu decidi que não ia listar diversas metas para serem cumpridas e, sim, que ia escolher um tema para gerir o meu ano e a partir dele determinei em quais áreas da minha vida iria focar. O tema do ano passado foi estabilidade e nesse post contei o porque da escolha. E, hoje, vim compartilhar o tema desse ano e o que eu espero dele.


Quando parei pra pensar qual seria o tema de 2019, a primeira palavra que me veio a cabeça foi planejamento. Coincidentemente, desde o final do ano passado eu venho colocando no papel quais serão os passos que preciso seguir para realizar o que desejo. E que, nada mais é, do que um planejamento, uma estruturação desses planos.

Para 2019, o meu planejamento vai se concentrar, principalmente, na vida financeira. Quero quitar a dívida que consegui renegociar no final do ano passado; quero começar a investir; quero criar uma reserva de emergência; quero diminuir gastos e poupar mais.

O meu planejamento também vai se concentrar no blog. Quero aumentar o alcance dele e começar a ter um retorno financeiro com os vídeos, afiliados e publicidade. Ligado ao blog, também  estou me planejamento para trabalhar mais home office e de forma mais independente.

Na saúde e nos estudos o planejamento está sendo construído aos poucos e por semestre. Na saúde, preciso fazer um check-up e quero cuidar mais da minha alimentação e voltar a ter o habito de me exercitar. E quanto aos estudos, já comecei a listar os cursos, congressos e eventos que quero participar.

E as viagens, Gabi? As viagens estão sim no planejamento e nesse ano quero conhecer Paraty e ir pra casa do meu pai, Floripa. Como esse item demanda mais dinheiro e como quero focar na vida financeira, já estou com a consciência de que posso não realizar essas viagens. Mas como a esperança nunca morre já fiz o planejamento de quanto quero gastar em cada lugar e o que preciso fazer para levantar a grana.

Para algumas pessoas planejar o passo a passo de uma ação pode parecer chato, mas garanto que assim você consegue ter uma visão de quais recursos irá precisar. Ah, sem contar que a cada pequena conquista (por exemplo, economizei na compra do mês e esse dinheiro eu posso destinar para o envelope de viagens), o seu sonho/meta/plano está mais próximo de se realizar.

E o que vocês querem para 2019?

beijos, beijos

Netflix: Assistidos em dezembro/2018

Primeiro domingo de 2019, rotina voltando aos poucos e muita gente aproveitando para colocar as séries em dia ou para assistir ao filme que tanto queria. Eu também estou nesse grupo e além de aproveitar pra ver as séries do canal fechado que gosto, também dei uma explorada no Netflix. 
E é sobre o que assisti nessa querida (and amada) plataforma que irei falar. Ao todo foram quatro títulos sendo uma série e três filmes. Abaixo segue um parecer do que eu achei dos assistidos de dezembro.


Uma série que me deixou curiosa para assistir assim que lançou, foi Vai Anitta. A série mostra como que foi a gravação do projeto Check Mate e o que eu gostei foi ter conhecido mais a pessoa do que a cantora. Outro ponto a ser destaco é o foco que a Anitta tem com os seus projetos e como que ela corre atrás deles, mesmo recebendo vários nãos. Ela também fala sobre as pessoas que estão a sua volta e como você deve escolhe-las bem, porque elas vão se transformar na sua família. Quem ainda não assistiu, eu recomendo.


O segundo assistido foi o filme Roma, de Alfonso Cuáron. O filme se passa no México e mostra o cotidiano de uma família de classe alta, pegando como foco a personagem Cleo (que representa as domésticas da América Latina). Roma é todo em preto e branco e tem uma narrativa calma, então se você prefere filmes mais agitados pode não gostar tanto. A partir de Cleo, Cuáron fala sobre a sororidade entre as mulheres (quando a empregada vai contar para a patroa que está grávida e a patroa dá todo o suporte necessário), sobre a união, sobre o amor entre classes diferentes, sobre o abandono parental e sobre a dor. Roma é um dos filmes apostas para entrar na lista de indicados ao Oscar 2019.


Ainda na categoria dos filmes, Roberto e eu assistimos Bird Box  (estava doida pra ver esse filme). Pra quem ainda não sabe do que ele se trata (acho um pouco difícil), o filme se baseia em uma “criatura” que persegue as pessoas e assim que elas olha para “a coisa”, começam a ter atitudes violentas e de suicídio. Os sobreviventes precisam andar na rua com os olhos vendados e dentro de casa, não pode ter nada que reflita luz. O desafio da personagem da Sandra Bullock (que teve uma atuação ótima) é de chegar em um lugar, que está localizado no final do rio. E o filme termina nesse lugar, aonde as “criaturas” não conseguem chegar perto das pessoas. Sim, o filme acaba de forma inesperada e não é revelado a feição do que persegue as pessoas e, com isso, cada pessoa acaba fazendo a sua interpretação sobre o filme. Se você gosta de suspense vale a pena ver.


E o último filme assistido foi Como Superar Um Fora. Ele é uma produção espanhola, comédia romântica e você ri do começo ao fim. Ah, sem contar com as cenas que você se identifica com a personagem. O que eu mais gostei é que a Maria Fé (personagem principal) não fica com o boy e sim com ela própria. Ela consegue perceber que o relacionamento não estava fazendo bem a ela e que nos oito meses que ficaram separados, ela fez novas coisas, começou o que estava só no papel e se conheceu melhor.


E ai, o que vocês acharam dos meus assistidos de dezembro na Netflix. Já assistiram algum? O que acharam? Qual título indicam?

beijos, beijos

{as fotos foram tiradas da internet}