Assine a newsletter

Trabalho: Adaptação, motivação e a quarentena

Como que anda a sua satisfação com o trabalho? Como que anda a sua satisfação com o trabalho, durante a quarentena? Uma coisa é fato, desde março de 2020 as relações empresa x empregador e a forma como as atividades são desenvolvidas, mudaram e vão continuar mudando. 

Eu sei que algumas profissões não sofreram (tantas) alterações, como a área da saúde, mas as demais... ou você se adapta ou você se adapta. Trabalhei em home office por quase três meses e amei. Eu gosto de trabalhar em equipe, gosto de ver pessoas, senti falta de compartilhar no dia (cara a cara) informações, mas poder adaptar o meu horário as atividades que tenho que fazer, cuidar da minha casa e, nesse mês, passar mais tempo com o Roberto porque ele está de férias, pra mim, foi ótimo. 

Mas, o post de hoje não é como me senti trabalhando em casa e, sim, para levantar uma discussão sobre como que as empresas estão liderando e mantendo os seus funcionários motivados, durante a quarentena. Como fazer mais que o combinado, já que não tem ninguém "olhando" o que estou fazendo? Como me motivar e motivar os meus colegas à distância?

Sim, se você tem colegas de trabalho, acredito que deve estar passando por isso, porque eu estou. Além de ter que lidar com a curva de emoções por não poder sair para passear, por não poder ir ver as minhas amigas, por não poder ir para SP ir ver a minha mãe, ainda tenho que lidar com as emoções relacionadas ao trabalho. 


[Ilustração retirada do site Freepik]

Algumas semanas atrás, conversando com uma jornalista que acompanho no instagram, sobre trabalho e adaptação disse para ela que, ao meu ver a quarentena mostrou dois tipos de profissionais. A geração Z, que é elétrica, quer dominar o mundo e acha que sabe de tudo, que acabou encontrando nessa quarentena a dificuldade em ser pró-ativo e de pensar em novas formas de desempenhar a sua função à distância.

E em compensação, observei que pessoas mais velhas (a partir dos 40, 50) ou que têm anos na empresa, estão com dificuldade de se adaptar ao trabalho em home office ou algo diferente, que vá afetar a rotina (padrão) de trabalho.

Veja também
 
 
Claro que, essa é uma situação que ninguém esperava e pediu de cada um de nós muita resiliência e um ajuste, nas atividades, do dia para a noite.  Não sei as respostas para os questionamentos levantados no texto, não sei se tem respostas para elas (espero que sim) e estou na busca em descobrir como me manter motivada durante essa quarentena e motivar os meus colegas. 

Depois eu vou volto para compartilhar como que está sendo essa busca. 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixei aqui o seu comentário, sugestão ou elogio