Como cuidar do cabelo joãozinho

"Cortar ou não cortar o cabelo, eis a questão". Eu sei que você já se fez essa pergunta várias vezes e a minha resposta pra ela é "Passa logo a tesoura nesse cabelo, mulher". Eu sei, eu sei, nem todo mundo tem um desapego com os cabelos como eu, mas sou e sempre serei a favor de "passar a tesoura nas madeixas".

Já compartilhei diversas vezes que, para mim, o cabelo é mais do que um "acessório", ele é algo que define quem somos, como nos portamos e qual mensagem queremos passar. Por acreditar nisso, sempre tive um relacionamento muito forte com o meu cabelo e mudar todos os anos (no início do ano ou no meu aniversário), sempre foi sinônimo de "estou aberta para tudo de novo que está por vir".




Dos diversos cortes que já tive, o pixie (ou joãozinho) foi o mais transformador porque foi uma mudança que veio primeiro de dentro e que se externalizou no cabelo. Mas, se engana quem acha que cabelo curto é sinônimo de deixar os cuidados de lado ou que todos os dias serão uma maravilha, é só acordar passar a mão no cabelo e, pronto, ele já está arrumado.

Não vou mentir, porque sim, cabelo curto é muito mais fácil de cuidar, mas como todo tipo de cabelo existem os prós e contras. Claro que para cada pessoa a experiência será diferente, mas pra quem já cortou três vezes e sendo uma com progressiva e as outras duas com o cabelo enrolado, aprendi alguns truques de como cuidar e não "surtar" quando ele estiver crescendo.

Começando por alguns pontos não tão legais, pra quem decide cortar o cabelo pixie:
  •  Se estranhar na primeira semana;
    Em 2015, quando cortei pela primeira vez, nos primeiros dias quando acordava e ia me ver no espelho levava um pequeno susto, porque ainda estava me acostumando com o novo visual
  • As pessoas vão olhar torto para o seu cabelo e até associar a sua sexualidade a ele;
  • Se você decidir manter o corte, terá que aparar as pontas todos os meses e, com isso, vai gastar um pouco mais;
  •  Se decidir deixar ele crescer, vai chegar um momento que você vai estar com o famoso "xitão", que é a parte da nuca do cabelo que começa a crescer e ficar mais evidente. Pra quem opta por deixar crescer, a minha dica é se abster dessa parte do cabelo e aceitar que durante um tempo o "xitão" vai ficar feio e para o cabelo ter um novo corte, vai ser preciso deixar ele crescer um pouco;
  •  Aguentar as pessoas falarem "preferia o seu cabelo maior"
Já os pontos positivos de quem "se arrisca" a cortar joãozinho são:
  • Praticidade para arrumar o cabelo; 
  • Esse corte é para todos os tipos de cabelo;
  • A sua feminilidade fica mais aguçada e você percebe que o cabelo é só uma parte dela, que há os seus olhos, o seu sorriso e toda a atitude que ele trás; 
  • Você deixa de se esconder atrás do cabelo e todo o seu rosto fica mais visível, ganha uma nova vida
  • Lavar todos os dias porque o cabelo vai secar mais rápido
  • Sensação de liberdade



CUIDADOS

Independente se você tem cabelo liso ou enrolado, o corte vai ficar bom em você. Em 2015 (1º vez que cortei), decidi faz progressiva antes de cortar e eu acordava, passava a mão no cabelo e pronto, ele já estava arrumado.

Os cuidados que tinha era toda semana fazer hidratação por conta da progressiva; deixar ele secar sozinho e só passar a chapinha na nuca e na costeleta; todo mês aparava as pontas e a nuca; usava pomada modeladora em algumas partes pra abaixar o frizz e deixar o corte mais evidente.

Já em 2018 e 2019, que foi quando cortei querendo que ele crescesse natural, os cuidados foram totalmente diferentes, porque os cachos vão mudando conforme o cabelo cresce. Vão ter dias que o cabelo vai estar bem definido e outros que você tem que aceitar como ele está e ir fazer as atividades do dia. Ah, e eu passei a utilizar produtos específicos.

Hoje em dia, a minha rotina é lavar duas vezes por semana (intercalo com linhas próprias e marcas diferentes); fazer hidratação a cada 15 dias; assim que saio do banho seco bem o cabelo, mas não deixo a toalha nele para não ficar muito seco na hora de passar o creme; borrifo o creme no cabelo (misturo com um pouco de água); penteio ele da forma que quero que fique; amasso as pontas do cabelo e deixo secar.

Se precisar, ao longo do dia passo um pouco mais de ativador de cachos. E no day after só borrifo o creme e vou curtir a vida. Abaixo tem um vídeo que postei no meu IGTV de como finalizo meu cabelo.



Agora me conta, qual é a sua relação com o cabelo? O que acha do corte pixie?

beijos, beijos
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixei aqui o seu comentário, sugestão ou elogio