Assine a newsletter

Uma coisa é fato, as curtinhas estão dominando o mundo e quem entra nessa vida nunca mais quer sair hahahaha. Brincadeiras à parte, mas cada vez mais estamos vendo mulheres com cabelos curtos andando pelas ruas, em campanhas publicitarias, na TV e nas semanas de moda. E é sobre esse último local que irei falar no post hoje.

Eu sempre gostei de moda, sempre comprei revistas (de moda), sempre acompanhei sites com as novidades de cada temporada e sempre fui fascinada para assistir um desfile de moda ao vivo. Em meados de 2013, o shopping Mega Polo Moda (minha mamis trabalha em uma das lojas) começou a realizar semanas de moda. Na época estava no blog Lucidez Feminina e foi quando consegui a minha primeira credencial de imprensa (me senti hahahaha).

A experiência foi ótima, mas ainda ficava vislumbrando os desfiles fechados como o do SPFW. Tive a oportunidade de participar do Minas Trend no passado e acabei matando esse meu sonho.

{foto FFW}

Além das roupas, acessórios e sapatos que eram desfilados, passei a observar a beleza das modelos nos desfiles e reparei que raramente aparecia uma modelo de cabelo curto. O que sempre predominava (e ainda predomina – um pouco) são as de cabelos lisos.

Sim, essa realidade vem mudando e as marcas têm apostado em diversidade e em cabelos curtos, raspados, crespos, ondulados e lisos. E isso é muito bom. Sabe porquê? Porque eu, a minha irmã, a minha amiga ou a minha prima passa a se ver representada naquele meio. E os “padrões” que ao longo do tempo os meios de comunicação vieram pregando, vão caindo por terra fazendo com eles próprios passem a ter um olhar mais humano na hora de criar uma propaganda, um editorial ou um desfile de moda.

E entrando na questão dos cabelos, é justamente isso. As marcas e produtores das Semanas de Moda perceberam que, sim, é importante ter na passarela mulheres com todos os tipos de cabelos e o mais importante, que todas são linda independente do cumprimento das suas madeixas.
Como forma de encorajar você a não terem medo de cortar o cabelo, achando que “ah, mas cabelo curto não combina comigo” ou “eu vou ficar feia de cabelo curto” selecionei algumas modelos de cabelo curto que desfilaram no SPFW nº46, para servir de inspiração para o seu novo corte.






Ah, gravei um vídeo do dia que cortei o meu cabelo joãozinho. Pra assistir é só dar play!



beijos, beijos

obs. as fotos tiradas do site do FFW dos desfiles da edição 46 do SPFW
Hoje eu acordei decidida a cortar o cabelo. Mas não qualquer corte. Decidi que iria passar a tesoura e voltar ao corte que, para mim, simbolizou liberdade, crescimento e coisas novas.

A meses que falo e penso em cortar ele pixie (ou Joãozinho, como preferir), mas sempre acabava levando os pensamentos para outros assuntos e a vontade (e decisão) foi ficando mais forte, que a única coisa que me restou foi “alô, tem horário pra hoje? Preciso cortar o cabelo”.

E cortei. Cortei o cabelo e com ele todas as coisas negativas que me rondavam. Cortei o medo de tentar coisas novas, cortei sentimentos e atitudes que não agregam em nada e cortei palavras negativas para dar espaço a palavras de crescimento.


Entre os dias 21 e 26   de outubro aconteceu a edição número 46 do São Paulo Fashion Week. Foram desfiladas 31 marcas e entre elas 7 fizeram parte do Projeto Estufa (programa que visa revelar e apresentar novas formas de produzir, criar e distribuir moda), e estavam desfilando pela primeira vez.

A edição nº 46 apresentou coleções que podem ser usadas tanto no verão quanto no inverno. Já tem alguns anos que as marcas que desfilam no SPFW estão deixando de fazer coleções só para serem desfiladas, e passando a fazer coleções com peças mais usáveis. Peças mais fáceis de serem adicionadas no dia a dia.


Para o post de hoje, busquei no site do FFW um resumo de como foram os desfiles, quais foram os looks desfilados e trouxe para vocês, um resumo do que será usado nos próximos meses e, claro, com dicas de como adaptar essas produções com peças que temos dentro do guarda-roupa.

Um dos tecidos que você pode adicionar no seu guarda-roupa é o couro. Ele se fez presente nos desfiles da Lilly Sarti, Torino, Reinaldo Lourenço e Bobstore, e veio em peças como jaquetas, calças e minissaias.

Para a próxima temporada, termos muitas peças em alfaiataria (vestidos, calças), saias longas rodadas, saia midi, camisas de crepe com laço no pescoço, calças de cintura alta, vestidos longos, calça clochard e muitos looks total jeans.



Mas, e as cores e estampas?

De estampas teremos a volta do animal print com o leopardo e estampas florais com fundo preto. Já as cores, podemos apostar no azul com branco, no dourado, no prata com tons terrosos, no rosa, no verde (militar) e no cereja. As cores que também apareceram no SPFW nº46 e que chamo a atenção são as cores claras (branco, off white, creme), vinho, cáqui e o marrom.

Um item que volta na composição das roupas são as franjas. Elas apareceram nos desfiles da Lili Sarti e da Bobstore e trazem uma pegada western, bem cowboy. Peças assimétricas também apareceram nos desfiles, como a da Modem que traz a assimetria na barra dos vestidos e das saias, ou em algum aspecto da modelagem (fendas e abotoamentos). Já o Lino Villa Ventura trouxe a assimetria nos vestidos de festas com destaque nos decotes, volumes e barras das saias..




Antes que você saia correndo para comprar algum item que foi desfilado ou alguma peça da cor que vai estar em alta, abre o seu guarda-roupa e observa as peças que você tem e, tenho quase certeza, que muita coisa bacana vai sair de dentro dele e com referências das tendências que foram desfiladas.

Sei que comprar roupa é maravilhoso, mas vamos tentar reutilizar mais as peças que temos e tirar da cabeça a ideia que "ah, mas seu não tiver uma estampa de leopardo não vou estar na moda". O segredo e substituir com o que você já tem, assim você cria novos looks e economiza dinheiro. Como inspiração, separei algumas produções minhas com referências do que vai estar em alta.


E ai, o que vocês acharam das tendências da próxima temporada?

beijos, beijos