#Texto: Vista-se do cabelo que você quiser

Hoje eu acordei decidida a cortar o cabelo. Mas não qualquer corte. Decidi que iria passar a tesoura e voltar ao corte que, para mim, simbolizou liberdade, crescimento e coisas novas.

A meses que falo e penso em cortar ele pixie (ou Joãozinho, como preferir), mas sempre acabava levando os pensamentos para outros assuntos e a vontade (e decisão) foi ficando mais forte, que a única coisa que me restou foi “alô, tem horário pra hoje? Preciso cortar o cabelo”.

E cortei. Cortei o cabelo e com ele todas as coisas negativas que me rondavam. Cortei o medo de tentar coisas novas, cortei sentimentos e atitudes que não agregam em nada e cortei palavras negativas para dar espaço a palavras de crescimento.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário