Como empreender dentro da empresa que trabalha

Antes de entrar na Associação Comercial eu nunca tinha parado para analisar a palavra "empreender" e pensar sobre ela. Na verdade, nunca tinha parado para pensar o que consiste em empreender, quais que são as etapas, quais dificuldades um empresário enfrenta, quais os benefícios, entre outros.

Depois de quatro anos trabalhando em prol do crescimento do empresariado local, passei a entender como que esse universo funciona e, o mais importante, que eu posso (sou) ser empreendedora com um negócio próprio e que, caso esse não seja o meu desejo, posso empreender dentro da empresa que trabalho. E é sobre esse último ponto o post de hoje.


Semana passada terminei de ler uma edição da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios e trago dois pontos que destaquei, sobre empreender e como que podemos trazer para o dia a dia.

"Empreender é transformar e aprender o tempo todo" 

Como funcionária/colaboradora o seu papel não é só chegar na empresa desempenhar a sua função, almoçar e ir embora. É buscar constantemente como transformar aquela empresa (para melhor, claro) a partir das suas atividades. É contribuir para o crescimento dela. É aprender com os seus colegas de trabalho. É aprender novas formas de desempenhar a sua função.

"Empreender é também trazer soluções para questões relacionadas a sustentabilidade, inclusão e diversidade"

Quando uma pessoa decide abrir uma empresa, na maioria das vezes é para ganhar dinheiro, mas o real significado de uma empresa é que ela é criada para resolver um problema e suprir uma necessidade. E dentro do problema principal, o empresário sempre está pensando em como a sua empresa será mais sustentável, como ela pode ser mais inclusiva e diversa. Mas essa preocupação é (ou deveria ser) passada para a equipe da empresa e cabe a mim, a você, a todos os funcionários a ajudarem que aquele local de trabalho caminhe para aperfeiçoar, cada vez mais, essas questões.

Hoje, trabalhando na Associação eu consigo ter uma visão ampla e clara de que eu não só coordeno projetos, eu empreendo constantemente para o crescimento da instituição, para o meu crescimento e para o crescimento dos meus colegas. E esse empreender vem a partir das minhas atitudes, de como eu conduzo uma reunião, de como que falo com um empresário, de como que coordeno um evento, das ideias que tenho, dos relatórios que produzo, da forma que divulgo a Associação nas redes sociais e das constantes ideias que tenho para desenvolver lá.

Mas Gabi, qual é a vantagem de eu empreender na empresa que trabalho?

As vantagens são o seu crescimento interno, profissional e da empresa. É você ser reconhecido pelo que faz, é ter contato com pessoas bacanas, é aumentar a sua rede de networking e o mais legal, testar novas ideias. Poder errar, aprender e ensinar.  Por isso, não fique estagnado aonde você está. Busque novas coias, mesmo sendo um funcionário. Ah, e abaixo deixo um vídeo que fiz para o canal sobre o assunto.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixei aqui o seu comentário, sugestão ou elogio