#Texto: Seis.




“Você é o reflexo das suas escolhas”. Não me recordo de quem ouvi essa frase, mas no último ano ela é o que tem representado o meu atual momento. As minhas escolhas profissionais estão nítidas nos passos que estou traçando, as minhas conquistas são o resultado do meu esforço diário, os elogios são o reconhecimento das noites em claro e os sorrisos são a minha felicidade por todas as coisas boas que vem me acontecendo.

E no meio dessa força imponente que sai de mim, está você. A parte que me desestrutura, que me tira a concentração, que me desestabiliza e que faz com que eu perca o rumo e o controle. Mas que no final eu sempre volto para o meu porto seguro, você.

Por que você é a calmaria em meio ao caos, o sorriso em meio as lágrimas, o meu aconchego em meio a solidão, a certeza em meio a saudade, a felicidade em meio a tristeza. Eu sou a corda e você é a minha caçamba.

Feliz dia 17.

Feliz 71 meses.
Feliz 2.190 dias.
Feliz 6 anos de namoro. 

5 dicas para medir a produtividade diária

Eu adoro ter mil coisas para fazer, ver a minha agenda cheia de atividades e ter que ficar encaixando um compromisso aqui e outro ali. Mas também adoro dormir, ficar assistindo séries e ficar em casa sem ter o que fazer. Dois opostos que se atraem? Não sei. Mas há momento que bate um sentimento de que o meu dia não está rendendo ou que não consegui cumprir todas as metas do dia. 



Quem me conhece sabe que eu trabalho, cuido do blog, cuido da casa (nos meus dias – depois explico para vocês), faço parte do Rotaract (vai ter post sobre), planejo as viagens que quero fazer, planejo a reforma de decoração que vou fazer em casa (minha e do Roberto), planejo coisas pessoais, tenho em dia minhas séries (salva de palmas hahaha) e muitas outras coisas. E o que mais me frustra é chegar no final do dia e ter a sensação de que não fiz nada.

Depois da vinda dessa sensação de "o que eu fiz no dia de hoje", comecei a adotar algumas "regrinhas" pra que no final do dia eu tivesse todas as minhas atividades mensuradas. E como eu sei que isso não acontece só comigo, vim compartilhar cinco dicas para medir a produtividade diária.

#1: Montar a agenda do dia seguinte no dia anterior;
  
#2: Durante o dia ir anotando todas as tarefas concluídas;

#3: Dividir as atividades por períodos (manhã, tarde e noite);

#4: Deixar sempre uma brecha na agenda para fazer coisas que gosta. São nesses momentos que novas ideias surgem e soluções para os problemas são resolvidos;

#5: Se dedicar para cada tarefa, mesmo que no final do dia você não tenha cumprido todos os itens da agenda;

E vocês, o que fazem pra verificar o que andam fazendo no dia a dia?

beijos, beijos