Entrevista: Eduardo Spohr, autor de A Batalha do Apocalipse

Sabe aquele livro que te prende do começo ao fim? Esse é A Batalha do Apocalipse de Eduardo Spohr. Eu fiquei tão "fissurada" na história que entrei em contato com o autor para saber mais sobre o processo de escrita, a ligação dele com a bíblia, dicas pra quem quer escrever um livro, entre outros. Confira a entrevista abaixo:



Gabe Pinheiro: Como que surgiu a vontade de escrever um livro sobre a batalha do apocalipse?

Eduardo Spohr: Nos meus tempos de criança, falava-se muito nessa temática do "fim do mundo" por conta da Guerra Fria, cujas bombas atômicas ameaçavam destruir o mundo a qualquer hora. No entanto, no âmbito angélico, por assim dizer, minhas maiores influências foram os quadrinhos da Vertigo e o filme "Anjos Rebeldes", de 1995.

GP: Confesso que teve partes do livro que me deixaram bem pensativa, principalmente no que a Terra tinha se tornado. Afinal, não se diferencia muito do que anda acontecendo nos dias de hoje. Como que foi o processo de pesquisa? Você chegou a ler a Bíblia? 

E: Eu li algumas partes, mas acho que os meus livros têm pouco a ver com religião, exatamente. Elas são usadas como plano de fundo.

Os três romances tem como tema central o misticismo, anjos e tal. É algo que você se identifica ou porque gosta de saber mais sobre o assunto? 

E: É uma mitologia que está presente em nossa sociedade, daí o meu fascínio. Além disso, estudei em um colégio católico, quando criança, o que, acredito, deve ter me servido pra despertar o interesse.

Estou cursando jornalismo e tenho muita vontade de escrever um livro. Quais dicas que você dá pra quem quer ser um escritor? 

E: A mais importante de todas é ESCREVER. Sim, parece simples, mas é a parte mais difícil, arrumar um tempo e um local para se sentar e escrever. Reuni algumas outras dicas no meu blog, segue o link, espero que te ajude e aos demais leitores do blog :)